Polícia Científica

20/08/2013

Cantinho da Criança do IML recebe doações

Uma iniciativa dos integrantes da Assessoria Civil da Secretaria da Segurança Pública resultou na entrega de brinquedos, doces e roupas para o Cantinho da Criança, no Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. As doações foram arrecadadas com amigos e familiares dos policiais e com mães de alunos do Colégio Marista Santa Maria, de Curitiba.

O Cantinho da Criança é um espaço específico para recepcionar o público infantil, onde elas ficam brincando enquanto aguardam o atendimento. Com acompanhamento de assistentes sociais e enfermeiras, o local recebe crianças que foram vítimas de crimes ou abusos e que vão ao IML para realizar exames de lesão corporal, conjunção carnal ou ato libidinoso, ou ainda crianças que estão acompanhando os pais.

“É justamente nos momentos de maior angústia que o espírito humanitário aparece, por isso é importante esse trabalho, que ajuda a aliviar o sofrimento das crianças nas mais difíceis situações”, diz o diretor-geral da Polícia Científica, Leon Grupenmacher.

A doação foi feita para contribuir com a melhoria do espaço lúdico, que necessita de colaborações periodicamente. “Eles precisam de mais brinquedos e livros de histórias, por exemplo. São maneiras de deixar a criança mais a vontade, para que o atendimento possa ser feito da melhor forma”, complementa a policial civil Patrícia Andréa de Oliveira Santos, representante da Secretaria da Segurança Pública na elaboração do Plano Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente, coordenada pela Secretaria da Família.

AMPLIAÇÃO – De acordo com o assessor civil da Secretaria da Segurança Pública, delegado Rafael Vianna, a intenção é que o projeto seja ampliado e que haja um Cantinho da Criança em cada uma das 18 unidades do IML no Paraná, para humanizar o atendimento para essa faixa etária. “Essa é uma das metas da Segurança Pública apresentada ao Comitê Interinstitucional para Elaboração e Implementação e Acompanhamento do Plano Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a ser colocada em prática nos próximos anos”, explica.

Além de implantar o Cantinho da Criança nos demais IMLs do Paraná, as ações da Secretaria da Segurança Pública para o Plano Decenal dos Direitos da Criança e do Adolescente incluem intensificar os programas de prevenção ao uso indevido de substâncias entorpecentes para crianças e adolescentes (Programa Educacional de Resistência as Drogas – Proerd e ações da Divisão Estadual de Narcóticos – Denarc); manter o projeto de atualização e envelhecimento das fotografias de crianças ainda desaparecidas, com divulgação na mídia; realizar campanhas educativas de sensibilização e orientação para a não violência e divulgação dos canais de denúncia "181" e "Disque 100"; fiscalizar hotéis, motéis, bares e festas e atuação da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.